sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

CABELO PODE SER...

Tipo dedo na tomada, em ritmo de Gal Costa cantando cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada. Vamos combinar, aqui o cabelo está mais para pêlo de algum animal selvagem desconhecido. É o desapego total das chapinhas, escovas...









Totalmente domados, estruturados, sem nenhum fio fora do lugar. Super ultra mega trabalhados na escova, nos rolinhos, na chapinha, baby liss e mil finalizadores.
 



Meio termo, daquele tipo acabei de levantar da cama num Bad Hair Day.  Pode até ter um frizz a mais, um fio rebelde, um volume… Dá até uma graça no cabelo! Trancinha bagunçadinha lateral, coque podrinho (amo), dá até para jogar um mousse, dar uma bagunçadinha e assumir de vez o cabelón rebelde, mas nem tanto, né?





Um comentário: