quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Quanto vale o show?

Meninas, proponho um momento reflexão.
Com um trabalho que critica a cultura do luxo que existe hoje em dia, o artista francês Sebastian Bouchard nos faz pensar se realmente precisamos desse excesso de produtos, marcas e logos infestados por toda a parte, e se esses produtos realmente valem o preço cobrado por eles.

A foto abaixo, de nome "'C'est la Crise" consegue isso muito bem quando coloca na cabaça o monograma da Louis Vuitton. Pois, vale a pena lembrar, que a cabaça para a povo africano é algo extremamente necessário, para não dizer essencial. É nela que as pessoas transportam o alimento e a água que consomem. Porém, com a estampa da Louis Vuitton a impressão que temos de que algo exorbitantemente caro e luxuoso prevalece, o que é paradoxal ao valor real da cabaça, visto que o valor utilitário é muito grande.
Vamos refletir...








Um comentário:

  1. Peguei pesado, né gente?
    Acho que o pessoal ficou meio sem graça de opinar sobre o assunto. Afinal, é uma controvérsia, um blog que fala sobre moda e afins instigando a galera de forma tão contestadora...

    ResponderExcluir