sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O estilo Gypset

Pra gente entender melhor o termo Gypset basta saber que a palavra teve sua origem na contração de gypsy (cigano, em inglês) e jet set, gente rica e famosa que fez de viajar a lugares badalados o esporte social nos anos 60. Quem inventou o termo foi a jornalista americana Julia Chaplin, que escreve sobre viagem, moda, design, arte contemporânea e estilo de vida para publicações como Wallpaper, New York Magazine e New York Times.
 
Nos estudos da autora do livro Gypset Style, o espírito de liberdade dos gypsetters, deve algo aos beatniks, aos mochileiros, aos hippies e até às raves dos anos 90, que fizeram ressurgir o desejo da “viagem” — em vários sentidos — depois da caretice yuppie. Mas deve, principalmente, aos ciganos, com seu gosto pela vida nômade. “Eles são os primeiros freelancers da história.” Aos jet setters, essa nova tribo deve sua maneira sofisticada de explorar o mundo.

Mas meninas vamos pegar leve nessa onda de ciganismo. É preciso ter cuidado pra não ficar com cara de Dara, aquela cigana da novela Explode Coração, que era noiva do inesquecível cigano Igor, lembram?  
A "cigana" das nossas ruas agora tem um apelo mais "fashion". Para compor o look estampado é bom mesclar as cores de forma mais harmonioza e não simplesmente colocar peças de estampas divergentes. Crie uma composição de maneira criativa e adequada podendo usar cores fortes mas com todo o cuidado pra não acender demais o look. 
 
 
As saias longas que começamos a ver desfilar nesse verão 2010/11 tem sua origem vinda do Gypset, ou seja, o estilo cigano com uma pegada de sofisticação.
O ciganismo tem “pegada” étnica, mas com cara de vintage, sobreposições e formas amplas, é o estilo certo para quem é descolada, mas quer fazer bonito. É como o neo hippie: a mensagem de contracultura é passada, mas com uma elegância ao mesmo tempo vanguardista (por conta das combinações inusitadas) e casual (caracterizada pelo shape confortável).
 
 
 

2 comentários:

  1. Ó eu de novo!!
    heheh

    Gostei da ideia do "apanhador de sonhos" pendurado como colar nessa última foto.

    Eu olhava pro meu (dentro do quarto) e tinha uma vontade de usar... agora já tenho inspiração!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa,
    reza a lenda, rs que com um filtro ou apanhador de sonhos não tem como ficar desprotegida! Só chega energia boa! Bjo

    ResponderExcluir