sexta-feira, 13 de julho de 2012

Aumenta que é rock'n'roll

Muitos que já tinham os pés com coturnos metidos no mundinho urderground viram o seu estilo aos poucos sendo (des) apropriado pelo mundinho fashion ou por aqueles que não se identificavam em nada com o  movimento rock'n'rool na veia.

Talvez, para aqueles que estiveram por tanto tempo sendo estigmatizados e excluídos - por conta de sua aparência "suja"- toda essa exposição significou a descaracterização de um movimento. Mas como eu gosto de ver o lado positivo das mudanças procuro refletir sobre os ganhos em relação ao tabu da sociedade e pensar que, neste momento, o estilo não é mais visto com maus olhos e sim como referência no mundo da moda e isto pode ser até um ganho. O que acham???
Agora me diz, quantos fashionistas ou it girls vocês já viram com alguns ou muitos desses itens em seus looks?
Heavy Metal trouxe para a moda clara influência no uso do couro, a predominância da cor preta, as camisas das bandas do gênero, uma das mais usadas é a do Iron Maiden, e o uso de cruzes e caveiras.
O Hard Rock segue a linha do uso de couro e coturnos, porém, com o toque mais glamouroso. Os sapatos ganham saltos e as roupas mais decotes e menor comprimento. Os detalhes chegam a ser exagerados, bem chamativos.
O coturno, os spikes e os cintos de rebite são referência claras do Punk Rock, assim como o estilo das peças destruídas (rasgadas/gastas) que hoje chamam de "podrinho".
O Grunge popularizou o uso dos casacos de flanela xadrez e a imagem mais despojada/desleixada. É um estilo básico, despreocupado de detalhes. 

Um comentário: